Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Um Adeus...
Antonio Viturino Jorge
*28 12 1934 +08 11 2012

Este homem eu aprendi a admirar ao longo da minha existência, com todas as suas virtudes e também com seus limites.

Este homem com olhar de menino, sempre pronto e atento, mostrou-me o caminho da vida, e indicou alguns dos obstáculos que eu poderia encontrar pela frente.

Este mestre contador de histórias trouxe em seu coração tantas memórias,
E conseguiu espalhar no meu caminhar muitas esperanças, certezas e confiança.

Este homem hora alegre e brincalhão, mas também, às vezes, silencioso e pensativo, homem de fé e grande luta, sensível e generoso, cumpriu com a sua missão de esposo, pai, avô, amigo.

Há sua hora chegou, e Deus o acolheu, e como todos filhos, aqui estou eu, tendo que reinventar a vida, para continuar a caminhada.

Pai, agradeço por tudo que hoje sou... se sei o que é ser um homem independente, de caráter e personalidade é porque me fez assim.

Obrigado, pai, por orientar o meu caminho, feito de lutas e incertezas, mas também de muita esperança e sonhos.
Daniel Jorge
Enviado por Daniel Jorge em 19/04/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários