Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Seus mistérios

Amada da Minh ‘alma,
Razão do meu viver,
Espero com confiança,
Voltar a encontrar você.

Ouvir tua voz suave,
Dizendo que me quer bem
Sentir os teus lábios nos meus
E me entregar como refém.

Refém dessa coisa boa
Que me aproxima de você
E que por mais que eu resista
Não consigo esquecer.

Fico Imaginando o encontro
O nosso jeito de se ter
Que chega a doer no peito
A falta que sinto de você.

Como aceitar teu silencio
Me contentar sem resposta
Como encarar um amor
Que simplesmente vira as costas.

De fato, não tenho resposta,
Mas gostaria de ter
Pra desvendar seus mistérios,
E o meu desejo de amar você.
Daniel Jorge
Enviado por Daniel Jorge em 30/10/2015
Alterado em 11/01/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Daniel Jorge). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários