Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
ContatoContato
LinksLinks
Textos


“Tudo o que vocês desejam que os outros façam a vocês, façam vocês também a eles. Pois nisso consistem a Lei e os Profetas”, (MT 7,12).

Ignorando a desordem econômica, ética e moral causada no Brasil pelo ex – presidente da republica Lula da Silva e Cia Ltda, a maioria dos vereadores de Picos decidiram homenageá-lo, conferindo-lhe o titulo de cidadão Picoense. Esta parece ser uma daquelas decisões, que visam apenas atender as conveniências políticas. Acredito que qualquer pessoa de bom senso, que faz uso da consciência, consegue perceber que homenagear uma personalidade do perfil de Lula, nas circunstancias que se encontra, é assinar um atestado de ignorância suprema.

Qualquer pessoa que deseje fazer o uso da razão consegue perceber claramente, que a “alma” que diz ser a mais “honesta” do País, se utiliza com muita frequência de discursos emocionados para justificar as desordens provocadas no Brasil. Por não conseguir provar o contrário do que diz a justiça a respeito dos crimes que é acusado, Lula, apela para alguns bordões que visam apenas sensibilizar os militantes partidários e algumas dúzias de desavisados. A tática de que “não sabe, não viu, de que é perseguido político, de que as acusações que sofre é um atentado a democracia etc”, são demonstrações contundentes de que não consegue provar sua inocência junto à justiça brasileira. E não consegue simplesmente pelo fato de não existir inocência.

Muitos de seus seguidores chegam a compartilhar nas redes sociais listas com mais de 60 iniciativas desenvolvidas nos governos petistas sob a liderança de Lula da Silva e Dilma Rousseff, mas esquecem de informar, que os valores destinados à corrupção superam os que foram investidos pensando o bem comum. Essa turma também se esquece de informar, que muitas das iniciativas como “bolsa Família”, “bolsa estiagem”, “aumento do salário mínimo”, “acesso as universidades” e outras mais, servem apenas de fachada para manter o povo iludido com uma aparente beleza, quando no seu interior reina a desordem, incluindo-se os conchavos para que as pessoas permaneçam alheias ao que acontece naquele espaço perverso.

Recordo aqui, o comentário que um leitor fez em uma de minhas publicações. Disse ele: “Lula é universal”.  E a minha conclusão é que concordo com ele. De fato, Lula é universal. Pense comigo: Lula da Silva até que prove o contrário, está no centro do maior escândalo de corrupção registrado na história do Brasil, com ramificações por diversos países. Isso, sem dúvida alguma faz dele um sujeito universal. E para perder essa universalidade torta, vai ter cedo ou tarde de encarar a realidade. Vai ter que deixar a hipocrisia de lado e pedir perdão ao povo brasileiro, sobretudo a aqueles que de maneira ingênua acreditaram na possibilidade de um Brasil melhor sob a administração de um pseudo “operário”.
 
 LAVA JATO

Contrariando a mentalidade de muitos políticos brasileiros, a Operação Lava Jato, sob a responsabilidade do Procurador da Republica Rodrigo Janot, do juiz federal Sérgio Moro, do Ministério Publico Federal e da Polícia Federal, tem se firmado nos últimos 03 anos, como principal instrumento de combate a corrupção. Dados apresentados no mês de março deste ano, referente ao trabalho da Lava Jato, revelam o quanto esta ação é importante para que o País, pelo menos volte a sonhar em ser passado a limpo. De 17 de março de 2014 a 17 de março de 2017, ou seja, em 1.096 dias a Operação Lava Jato conseguiu os seguintes resultados:

Até aquele momento tinham sido deflagradas 38 operações, com 125 condenações já proferidas, que contabilizam 1.362 anos e 21 dias de pena. Nesse período foi determinado o ressarcimento de R$ 38,1 bilhões aos cofres públicos. Houve também 1.434 procedimentos instaurados, 730 buscas e apreensões, 202 conduções coercitivas, 91 prisões preventivas, 101 prisões temporárias, sendo 06 em flagrante, 09 acordos de leniência, 78 acordos de delação premiada firmados com pessoas físicas e 131 pedidos de cooperação internacional para 31 países. De 28 de março ao último dia 23 de agosto foram deflagradas mais 07 fases da Operação Lava Jato.

Os principais crimes investigados pela Lava Jato são: corrupção, crime contra o sistema financeiro internacional, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os principais delatores: Alberto Yosseff – doleiro, Delcídio do Amaral – Ex-senador do PT, Fernando Baiano – operador financeiro do PMDB e Ricardo Pessoa – dono da UTC. Principais condenados: João Vaccari Neto – Ex-tesoureiro do PT, Gim Agello – Ex-senado sem partido, José Dirceu – Ex-ministro do PT e Marcelo Odebrecht – Ex-presidente do grupo Odebrecht.

QUESTIONAMENTOS

Será se essas condenações, incluindo a mais recente de 09 anos e 06 meses a Lula da Silva, têm ocorrido pelo fato dessa turma ser boazinha, e está apenas querendo promover o bem dos pobres deste País? É lícito fazer negociatas com o dinheiro publico, tendo por finalidade o bem estar pessoal, dos partidos políticos e das causas ideológicas que defendem? É prudente mentir escancaradamente para a nação, simplesmente para tirar proveito da ignorância ou ingenuidade de uma parcela do povo, para se perpetuar no poder? É correto, usar muitas vezes, pessoas e instituições de bem para promover personalidades envolvidas em casos notórios e graves de corrupção?

Como ter uma referencia de valores em circunstâncias em que a percepção que fica, é que o certo é ser errado? Como enfrentar a corrupção, sendo você o primeiro a defender e levantar bandeira de políticos e partidos corruptos? Como proclamar aos quatro cantos do mundo que Michel Temer, Aécio Neves, Eduardo Cunha e outras mais são corruptos – o que particularmente concordo plenamente – e ao mesmo tempo defender Lula, Dilma, Dirceu e Cia Ltda? É no mínimo estranho! Tenho outros questionamentos, mas, vou fazer uso de um pensamento, que embora, não seja meu, e eu desconheça o autor, me fez refletir bastante. Diz o seguinte: “Respeito é como a pessoa se comporta na sua frente. Caráter é como ela se comporta na sua ausência”. Este pensamento, se vivido, representa um termômetro na vida dos que de fato desejam servir e não serem servidos.

CONCLUSÃO

Fico pensando o que os senhores vereadores e as senhoras vereadores irão responder um dia, quando forem questionados deste ato no mínimo impensado de homenagear uma personalidade que possui um histórico bastante comprometido, como é o caso de Lula. Sabe, aquele ditado popular: “Diga-me com quem andas e te direi quem és”! Pois bem, como os senhores e as senhoras querem que o povo acredite que não estão comprometidos com esse jeito perverso de fazer política, onde dá com uma mão e tira com as duas?

Bom, mesmo percebendo um silêncio ensurdecedor de grande parte da imprensa, da sociedade civil organizada e das instituições religiosas, prefiro acreditar que um dia, os senhores e as senhoras irão no mínimo se desculpar com o povo picoense, por terem compactuado com um ato que desrespeita homens e mulheres que trabalham de sol a sol para sustentarem suas famílias e horarem com seus compromissos.

Acredito que este quadro em que vivemos, pode sim ser superado. E que o caminho é o conhecimento. Sei que não é fácil investir em conhecimento, especialmente quando existem muitas forças antagônicas, mas, é uma necessidade urgente. É relativamente fácil seguir os ditames da maioria, no entanto, o tempo em que vivemos exige que enfrentemos de cabeça erguida os ventos que nos são contrários. Por isso, ouse ver além da fachada que lhe é apresentada... Ouse levantar a cortina e ver o que estão aprontando usando o seu, o meu, o nosso nome, o nosso esforço, os nossos sonhos de um Brasil melhor.

SUGESTÃO DE LIVROS

Polícia Federal - A Lei É Para Todos – Carlos Graieb e Ana Maria Santos

O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota – Olavo de Carvalho

SUGESTÃO DE DOCUMENTÁRIO

O Preço da Ignorância


MATÉRIAS RELACIONADAS

Vereadores subestimam inteligência do povo picoense ao aprovar titulo de cidadania para Lula

Lula da Silva na história do Brasil

O discípulo imitando o mestre das sombras

O amor venceu o ódio?

 
Daniel Jorge
Enviado por Daniel Jorge em 30/08/2017
Alterado em 31/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários