Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Contato Links
Textos
Meu amor é mais um dia sem te ver. E no silêncio da noite me vejo aqui sozinho pensando em você. Revirando os pequenos e marcantes momentos que tivemos juntos. Quando te conheci, foi difícil acreditar que poderia beijar a tua boca, sentir os teus lábios suaves sobre os meus.

Há como é bom abraçar o teu corpo, sentir o teu calor, acariciar essa pele macia e perfumada que só você tem. Como é bom te ouvir falar baixinho, para que só eu escute. E como é bom poder olhar em seus olhos negros, que com tamanha certeza revela um grande amor.

Recordo-me que para acontecer tudo isso, foi preciso à ação do tempo, trazendo as modificações cabíveis e necessárias. Relembro as nossas longas e intermináveis conversas. Fazíamos uma retrospectiva de nossa vida pessoal, familiar, amorosa... E foi exatamente numa conversa dessas, que rolou o nosso primeiro beijo.

Aquele beijo me transmitiu segurança. Tive uma sensação única de felicidade. Ali, bem ali diante dos meus olhos, estava a minha cara metade. A partir daquele momento, a cada encontro, eu podia sentir cada parte do seu corpo como se fosse o meu. A cada encontro eu te sentia como musa inspiradora dos meus sentimentos.

Mas como o tempo é senhor da história e a sua força transformadora supera a inteligência humana, você se foi. E hoje, estou sozinho a meditar. Onde está a minha musa inspiradora? Porque se afastou de mim? Será que foi um erro declarar o meu Amor?

Não, não, isso não pode acontecer. Meu coração pertence a te. Será que esqueceu todos os momentos que vivemos juntos? Há, não, pra que desistir, superamos tantos desafios, e logo agora pensa em abandonar os nossos sonhos?

Eu acredito no nosso amor. Talvez você não tenha compreendido este significado. Talvez a sua compreensão tenha sido superficial. Talvez, talvez! Mais o seu espaço está garantido no meu peito, dentro do meu coração. Quando a solidão bater a sua porta, lembre-se de quem te amou e te ama infinitamente. Pois o meu amor se manifesta no meu silêncio.
Daniel Jorge
Enviado por Daniel Jorge em 20/10/2011
Alterado em 09/04/2020
Comentários