Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Todo ser humano tem o que chamamos de consciência. Essa consciência serve para medir o grau de veracidade entre o que se diz e o que se faz. Na prática isso significa, que quando você faz algo e nega, mesmo que por uma necessidade, a sua consciência, vai lhe acusar de incoerência.

E é exatamente essa falta de coerência que atrapalha a busca pela tão sonhada felicidade. Você pode me enganar com gestos, atitudes e palavras, mas, jamais será capaz de enganar a você mesma. Por que tudo que você disser contrário àquilo que faz na prática, servirá de acusação por meio da sua própria consciência.

Posso parecer grosseiro e insensível, e posso até ser isso tudo e um pouco mais, só que isso possui um único propósito, qualificar a nossa relação, e promover a dignidade entre dois seres que se respeitam mesmo na indiferença.

Não é fácil ser sincero, porém, é necessário. As dores causadas por uma palavra sincera servem de acalento, quando comparadas as dores causadas por palavras mentirosas. O mundo prefere a mentira. E quem é que compõe o mundo? Quem é que faz parte deste mundo? Somos nos! E como parte integrante deste espaço, temos duas opções, ser sincero ou mentir.

Diante destas duas situações, o que você escolhe? A verdade ou a mentira? Lembrando, que se escolher a mentira, a sua consciência vai levar muito tempo para digerir. Ao contrário, se escolher a verdade, pode até doer um pouco, mas a recompensa virar acompanhada de um sentimento de dever cumprido e de felicidade eterna.
Daniel Jorge
Enviado por Daniel Jorge em 17/09/2013
Alterado em 16/03/2018
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários