Daniel Jorge
A poesia faz a gente ver a vida de forma diferente, mesmo enfrentado tudo e todos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
09/01/2018 12h04
Vocação , segundo Olavo de Carvalho

Vocação vem do verbo latino voco, vocare, que quer dizer “chamar”. Quem faz algo por vocação sente que é chamado a isso pela voz de uma entidade superior — Deus, a humanidade, a história, ou, como diria Viktor Frankl, o sentido da vida.

Considerações de lucro ou prazer ficam fora ou só entram como elementos subordinados, que por si não determinam decisões nem fundamentam avaliações.

Trechos do artigo “vocações e equívocos” de Olavo de Carvalho


Publicado por Daniel Jorge em 09/01/2018 às 12h04
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/01/2018 01h02
ESPIRITUALIDADE: Chamado universal à santidade

Uma das maiores obrigações de um cristão é a de aspirar seriedade ao pleno desenvolvimento de sua vida sobrenatural iniciada no batismo, ou seja, aspirar à mais autentica e genuína santidade cristã.

O próprio Cristo exorta seus discípulos quando diz: “Sede, portanto, perfeitos como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt 5,48). Ao propor a todos os seus discípulos, a perfeição de seu Pai celestial como modelo e exemplo que todos os cristãos devem imitar, não colocou limite e nem termo algum ao ideal de santidade para o qual devem tender com todas suas forças.

E Jesus Cristo ainda acrescenta: “com todo coração, com toda alma, com toda mente e com todas as forças” (Mc 12,30). Conclui-se aqui, que a vocação a santidade consta explicitamente no Evangelho. E a Igreja sempre manteve essa doutrina desde os tempos apostólicos.

Trechos do livro: “Ser ou não ser Santo... Eis a questão”. Autor: Padre Antonio Royo Marin. Páginas 23 e 24.


Publicado por Daniel Jorge em 08/01/2018 às 01h02
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
07/01/2018 20h30
ESPIRITUALIDADE: Em que consiste a santidade?

A Sagrada Escritura, os Santos Padres, os teólogos e os grandes místicos experimentais propuseram diversas formulas, embora todas coincidam substancialmente. As principais são as seguintes:

  1. Consiste em nossa plena configuração com Cristo, em nossa plena cristificação.
  2. Consiste na perfeição da caridade, ou seja, na perfeita união com Deus pelo amor.
  3. Consiste em viver de uma maneira cada vez mais plena e experimental o mistério inefável da inabitação trinitária em nossas almas.
  4. Consiste na perfeita identificação e conformidade de nossa vontade humana a vontade de Deus.

Todas as formulas são verdadeiras e expressam a mesma realidade, embora contempladas destes pontos de vistas diferentes.

Trechos do livro: “Ser ou não ser Santo... Eis a questão”. Autor: Padre Antonio Royo Marin. Páginas 21 e 22.


Publicado por Daniel Jorge em 07/01/2018 às 20h30
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
24/01/2017 09h09
CITAÇÕES – Imparcialidade? – por Olavo de Carvalho

“Não há nada mais estúpido do que a convicção geral da nossa classe letrada de que não existe imparcialidade, de que todas as ideias são preconcebidas, de que tudo no mundo é subjetivismo e ideologia. Aqueles que proclamam essas coisas provam apenas sua total inexperiência da investigação, científica ou filosófica. Não dando valor à sua própria inteligência — porque jamais a testaram — apressam-se em prostituí-la à primeira crença que os impressione, e daí deduzem, com demencial soberba, que todo mundo faz o mesmo. Não sabem que uma aposta total no poder do conhecimento bloqueia, por antecipação, todas as apostas parciais em verdades preconcebidas. Se o que está em jogo para mim, no momento da investigação, não é a tese “x” ou “y ”, mas o valor da minha própria capacidade cognitiva, pouco se me dá que vença “x” ou vença “y ”: só o que importa é que eu mesmo, enquanto portador do espírito, saia vencedor. Nenhuma crença prévia, por mais sublime que seja o seu conteúdo, vale esse momento em que a inteligência se reconhece no inteligível. Quem não viveu isso não sabe como a felicidade humana é mais intensa, mais luminosa e mais duradoura que todas as alegrias animais”.

 

CITAÇÕES retiradas do Artigo – O poder de conhecer – O Globo, 4 de agosto de 2001, por Olavo de Carvalho – e que está no livro o Mínimo que você precisa saber para não ser um idiota.


Publicado por Daniel Jorge em 24/01/2017 às 09h09
 
16/01/2017 12h06
CITAÇÕES – O valor da humildade – por Olavo de Carvalho

“A importância da humildade no aprendizado já era enfatizada, na Idade Média, por Hugo de São Vítor, um dos maiores educadores de todos os tempos. Humildade significa, no fundo, apenas senso do real. O culto universal da juventude obscureceu essa verdade óbvia a ponto de que todo mundo já acha natural esperar que, aos 15 ou 18 anos, um sujeito tenha opiniões sobre todas as coisas e, miraculosamente, elas estejam mais certas que as de seus pais e avós. O resultado dessa crença generalizada é desastroso: todos os movimentos totalitários e genocidas dos últimos séculos — comunismo, nazismo, fascismo, radicalismo islâmico etc. — foram criações de jovens, e sua militância foi colhida maciçamente nas universidades”.

 

CITAÇÕES retiradas do Artigo – Jovens paranaenses – Folha de Londrina, 26 de abril de 2003, por Olavo de Carvalho – e que está no livro o Mínimo que você precisa saber para não ser um idiota.


Publicado por Daniel Jorge em 16/01/2017 às 12h06



Página 3 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior] [próxima»]